http://br.jooble.org/

Siga-me no Twitter

Me leve com você!

Visitantes

Download

Postagens populares

Venha para Facho

PageRank

Verifique o PageRank de qualquer página da web instantaneamente:
  
Esta ferramenta gratuita é fornecida por MestreSEO.

SOS NATUREZA

SOS NATUREZA

Seguidores DIHITT

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Psicóloga, Blogueira, adepta da meditação e alimentação saudavel. Experiência em empresas da área de mineração, bancacaria, varejo e consultoria de RH, habilidade em recrutamento e seleção, rotinas de departamento pessoal, habilidade para aplicação de testes para ingresso em empresas, treinamento, capacitação e avaliação de pessoal. Empática, localizo prioridades de cada pessoa para melhor aproveitamento. Comunicativa e pró ativa. Pontos fortes: criatividade, solução de problemas, facilidade social. Analiso os elementos internos e externos holisticamente na tomada de decisões. Focada sempre nas metas e resultados.

"Pessoas bem sucedidas"

Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo se queixando, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas são, normalmente, aquelas que acham soluções - enquanto o resto se queixa.

Blogger Themes

Pesquisar neste Blog

Pages

domingo, 4 de maio de 2014

O que fazer quando o chefe dar em cima de mim?



Há alguns anos atrás trabalhei numa empresa familiar, onde os diretores eram irmãos. Sempre fui do tipo reservada no ambiente de trabalho, considerando todos que trabalhavam comigo como irmãos, pois não gosto de misturar trabalho com envolvimento amoroso, mas também não julgo que tem relação com algum colega de trabalho, já fiz até um post sobre isso, "É certo namorar um colega de trabalho?".


Mas mesmo assim no primeiro dia de trabalho nessa empresa, quando fui apresentada aos funcionários, percebi que um dos diretores olhava diferente para mim, fiquei sem graça e tirei logo a vista, cumprimentei educadamente ele e fui começar a fazer minhas atividades. Sendo que todos os dias, percebia esses olhares diferentes, ele era tipo galanteador, bem vestido, jovem, bonito e rico, tudo que as mulheres queriam, mas tinha um grande problema, ele era meu chefe. Achava toda essa situação muito embaraçosa, nunca tinha acontecido isso comigo, pois trato todo mundo igual, e nunca dei nenhuma liberdade para ele. Mas depois descobri que ele era do tipo Don Juan, já tinha ficado com varias funcionárias,  principalmente nas festas da empresa e nos happy hour, e depois as descartavam.

No começo ele era mais discreto, mas depois ele foi se insinuando mais, e não estava mais aguentando a situação, ele ficava mais intrigado porque resistia às investidas, sem dar a mínima atenção para ele. Ao invés de ficar com raiva ou ceder as suas investidas, eu procurava fazer cada vez melhor meu trabalho, pois não ia fazer suas vontades, ficar com ele ou sair do emprego. Infelizmente as pessoas procuram o caminho mais fácil, percebi que não estava fazendo nada de errado, pois o errado na história era ele, só porque era o diretor, não ia fazer tudo que ele quisesse, pois me valorizo como pessoa e profissional.

Sendo que um belo sábado que fui trabalhar tive que ficar até tarde, terminando um relatório, e não dei conta da hora e perdi o ônibus da empresa, pois tinha saído as 12:00, fiquei chateada, pois o local de trabalho era muito longe da minha casa, mas mesmo assim não me desanimei e fui para o ponto de ônibus, chegando lá minha sandália quebrou, vai lá eu voltar para a empresa, para ver se eu conseguia consertar, quis o destino que meu chefe me visse com a sandália quebrada e me ofereceu uma carona, tibutiei um pouco para aceitar, mas venci o orgulho e aceitei, pois não poderia me dar o luxo de recusar, uma vez que morava muito longe e não poderia ir para casa descalça, visto que lá perto não teria onde comprar uma sandália.

Entrei no carro muito desconfiada, e ele muito falante, eu estava bem monossilábica, teve uma hora que ele insistiu para eu almoçar com ele, eu recusei mais uma vez, ele ficou dizendo que eu era muito diferente das outras, visto que nunca aceitava um convite seu e nem saia com os colegas, nessa hora ele falou meio que bravo e irônico, pois tinha levado mais um não, e isso para o seu ego deveria pesar muito. Depois desse ocorrido, imaginei que aquele era meu ultimo dia de trabalho, pois pela fisionomia dele, sentia que ele ia me demitir. Quando cheguei na segunda-feira pronta para escutar a voz de demissão, tive uma grata surpresa, fui chamada na sala dele para uma reunião, no qual ele só queria me parabenizar pelo relatório que eu fiz, os outros diretores gostaram muito e elogiaram bastante. A partir desse dia ele começou a me tratar com muito respeito pessoal e profissional


PS!Não podemos ceder às investidas, e fazer tudo que as pessoas querem pelos simples fato de ter uma posição hierárquica maior que a nossa, pois todos somos iguais, independente do cargo que ocupamos.

16 comentários:

Jucifer disse... [Responder comentário]

mas bah q situação
acho q quase todas mulheres ja encontrarm um chefinho destes
eu no meu ultimo emprego
aturei um chefe doido
dando em cima de mim diariamente
cara largo familia
pra investir em mim
jura q acreditei né
bem fiquei 7 anos nesta empresa
pedindo desde q completei 5 anos pra sair
mas a biba nunca me mandava embora e eu pedir as conta bem capaz né
problema q este tipinhu so pork acha q tem poder pode tudo e ficam acostumado como tu disse a sempre ganhar pois grande maioria das mulheres acha q sair com o chefim é um grande estatus pra mmim é a maior burrada
mas é isso ai
tu provou a ele q tu é mais tu
gostei viuuu
adorei o relato
bjo grande flor

Mr.Jones disse... [Responder comentário]

Parabens pela determinaçao.
:)

bjao

Cecília disse... [Responder comentário]

Mari,é uma situação muito delicada que muitos já sofreram,alguns talvez cederam,outros não e muitos outros foram demitidos por não ceder;enfim acredito que o envolvimento amoroso com o chefe traz mais danos do que benefícios,portanto adorei sua postura,linda!
Bjos

Eninha A. Campos disse... [Responder comentário]

Tchau ! Adeus !
Mari eu nunca tive chefe,portanto ...
Mas, acho que faria isso exatamente : Tchau ! Sem conversas ...
Bom texto !
bjs
Eninha

Arte e Café disse... [Responder comentário]

Você agiu com muita maturidade
Valorizando seu profissionalismo e
fazendo prevalecer o respeito pela sua pessoa.
Parabéns pelo excelente tema abordado neste post.
Um assunto de grande relevância atual.
bjs

Anônimo disse... [Responder comentário]

Mari adorei o texto, como sempre escrevendo muito bem. Parabéns pela atitude, você é sem dúvida um grande exemplo de mulher e profissional. bjs Vane

Fernandez disse... [Responder comentário]

Olá minha amiguinha!
Com certeza o importante é sempre manter o profissionalismo. Pois é com ele que ditamos nossa imagem no mercado de trabalho.
Beijos, Fê.

Sissym disse... [Responder comentário]

Somente uma vez eu fui assedia e foi muito desagradavel. Eu fiquei numa situaçao complicada por causa da posição do executivo. Saí de fininho, mas nunca esqueci daqueles dias. Foram de grande aperto.

Felipe disse... [Responder comentário]

Mary
Aceitar este tipo de investida e tentar subir na vida pela escada do fundo.
A certa altura por não ver que faltam degraus devido ao nariz empinado, vem o tombo.
Beijão
Felipe

Sandra Portugal disse... [Responder comentário]

Parabéns pela classificação nos TOP 100!!! Suceso no 2o Turno!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

NEUSINHA BROTTO disse... [Responder comentário]

Ola!!!

Parabens pela bela postagem!
Nunca devemos tentar subir na vida pelas portas largas....

Anônimo disse... [Responder comentário]

Adorei o artigo!muito bom, as profissionais deveriam ler isto!!

Diuli Vega disse... [Responder comentário]

Ola Mari,
Miuto bom! Parabéns!
Sei bem o que é essa doença. Comigo ocorreu mais ou menos como a persomagem. Passei por vários especialistas e os exames sempre normais. Os meus sintomas começaram alguns anos atrás com uma dor nas costas e uma dor forte no lado que pra mim Só poderia ser algum problema renal.Sou bioquimica, na época nao acreditando nos médicos fui pro lboratorio onde eu trabalhava e fiz eu mesma minhas análise. Como sempre, tudo normal.Comecei a ficar deprimida, sem vontade de trabalhar. Começaram a surgir outros sintomas como: arritimia, dor no peito, dificuldade de engolir e respirar, edema e aperto na região torácica e abdomen. Parei nas emergencias onde eu exigi um cardiologista. ECG:normal; troponinas: normais... Foi aí que descobri que possuo uma doença psicosomatica chamada Transtorno do pânico. Comecei a fazer tratamento com psicologos onde tenho tido bons resultados.
Cumprimentos,
Diuli.

Diuli Vega disse... [Responder comentário]

Ola Mari,
Miuto bom! Parabéns!
Sei bem o que é essa doença. Comigo ocorreu mais ou menos como a persomagem. Passei por vários especialistas e os exames sempre normais. Os meus sintomas começaram alguns anos atrás com uma dor nas costas e uma dor forte no lado que pra mim Só poderia ser algum problema renal.Sou bioquimica, na época nao acreditando nos médicos fui pro lboratorio onde eu trabalhava e fiz eu mesma minhas análise. Como sempre, tudo normal.Comecei a ficar deprimida, sem vontade de trabalhar. Começaram a surgir outros sintomas como: arritimia, dor no peito, dificuldade de engolir e respirar, edema e aperto na região torácica e abdomen. Parei nas emergencias onde eu exigi um cardiologista. ECG:normal; troponinas: normais... Foi aí que descobri que possuo uma doença psicosomatica chamada Transtorno do pânico. Comecei a fazer tratamento com psicologos onde tenho tido bons resultados.
Cumprimentos,
Diuli.

Sandra Portugal disse... [Responder comentário]

Querida, vim agradecer a entrevista que você concedeu e que está postada hoje no Projetando Pessoas! Uma belíssima contribuição, muito obrigada!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Anônimo disse... [Responder comentário]

Eu estou sofrendo isso no meu trabalho , logo agora que estou começando, não sei o que fazer pois sou muito timida.
gostaria de uma ajuda

Postar um comentário

Agenda do Recife

REVISTA VOCÊ RH

Google+ Badge

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Consultoria de RH

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Me leve com você!

Adicione seu Email

E-book

E-book

COMPRAR E-BOOK

Tradutor

Translator

    English French
    German Spain
    Italian Dutch
    Russian Japanese
    Korean Arabic