http://br.jooble.org/

Siga-me no Twitter

Me leve com você!

Visitantes

Download

Postagens populares

Venha para Facho

PageRank

Verifique o PageRank de qualquer página da web instantaneamente:
  
Esta ferramenta gratuita é fornecida por MestreSEO.

SOS NATUREZA

SOS NATUREZA

Seguidores DIHITT

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Psicóloga, Blogueira, adepta da meditação e alimentação saudavel. Experiência em empresas da área de mineração, bancacaria, varejo e consultoria de RH, habilidade em recrutamento e seleção, rotinas de departamento pessoal, habilidade para aplicação de testes para ingresso em empresas, treinamento, capacitação e avaliação de pessoal. Empática, localizo prioridades de cada pessoa para melhor aproveitamento. Comunicativa e pró ativa. Pontos fortes: criatividade, solução de problemas, facilidade social. Analiso os elementos internos e externos holisticamente na tomada de decisões. Focada sempre nas metas e resultados.

"Pessoas bem sucedidas"

Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo se queixando, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas são, normalmente, aquelas que acham soluções - enquanto o resto se queixa.

Blogger Themes

Pesquisar neste Blog

Pages

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Curriculo Já é Coisa do Passado, o BLOG e as Redes Sociais é o Futuro!!!!



O curriculo está cada vez mais fazendo parte do passado, e muitas pessoas ainda não sabem fazer um curriculo objetivo que satisfaça a empresa. Nos dias de hoje tudo isso é muito dificil e fica a pergunta: O QUE DEVO COLOCAR NO MEU CURRICULO?  Quem ainda não sabe, não adianta muito esforço para aprender,  você não precisa mais se mostrar através de um curriculo, as empresas agora valorizam as pessoas que tem blog, facebook, Linkedin, Twitter  pois é uma ferramenta mais completa para conseguir analisar um perfil de um candidato. Através de um  blog você mostra quem realmente é, suas habilidades, suas idéias, seus questionamentos, é uma vitrine que pode te levar mais rápido as empresas, e como ao mundo todo.


Quem deseja que seu blog seja uma vitrine para os profissionais caçadores de Jovens Talentos é só enviar seus post para o Top Talent. Eu fiquei muito feliz que dois artigos do meu blog foram escolhidos http://www.toptalent.com.br/index.php/2010/05/04/e-certo-namorar-um-colega-de-trabalho-2/ e http://www.toptalent.com.br/index.php/2010/04/28/chefe-ou-lider-existem-diferencas/ .

Um blog transmite muito da personalidade do seu autor: suas idéias, sua forma de se expressar e ver o mundo. É muito mais transparente que uma entrevista ou um currículo”, acredita a presidente do Grupo Foco, Eline Kullock.

Então, se você gosta de escrever sobre algum dos assuntos referente ao mundo corporativo, não perca tempo e envie seu texto pra http://www.toptalent.com.br/. E comece já a se exercitar para ter seu próprio blog.

Mostre ao mercado que você é o candidato ideal pra vaga que tanto quer. Blogue!!!!!!!
segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Corrente do Bem III: Vamos Ajudar um Desempregado?




Meus caros amigos leitores, é com muita satisfação que quero dar continuidade dessa Corrente do bem, pois ajudar o proximo nunca é demais, quem ajuda os outros, ajuda-se a si mesmo. Já tinha feito outros posts sobre a Corrente do bem para ajudar um desempregado, a coisa deu tão certo e resolvi fazer novamente, para podermos ajudar mais pessoas desempregadas.

Cada pessoa que quiser participar vai escolher uma pessoa desempregada e tentar ajudar a arrumar um emprego, começando desde da elaboração do currículos, a pesquisa e indicação de vagas, acompanhamento no processo seletivo e sempre tentando motivar a pessoa que esta desempregada a nunca desistir , mesmo ela nao ficando em uma seleção, informar que sempre vai surgir outra oportunidade, e que um dia o emprego vai aparecer. Depois que você ajudar a essa pessoa a conseguir um emprego, fazer com que ela escolha uma outra pessoa para fazer o mesmo e assim vamos tentar espalhar essa corrente para quem sabe diminuir um pouco a taxa de desemprego no Brasil. Não vamos só esperar do governo, vamos fazer como a criança do filme, que é possível mudar o mundo a partir da ação voluntária de cada um. 

Vamos começar logo essa corrente? 

Segue um depoimento de uma pessoa que participou dessa corrente e que deu certo:

"Olá minha querida amiga Maria! Achei muito bacana a proposta da corrente. Casualmente estava ajudando dois amigos a conseguir uma vaga e hoje mesmo os dois conseguiram o trabalho. Vou propor para os dois darem segmente a corrente. :-) Beijo no coração minha amiga." (Fernandez)
sábado, 28 de janeiro de 2012

Seja um Profissional de Sucesso! Faça MBA IBMEC.



Quer fazer MBA numa das cinco melhores escolas de negócios do país? Então sua hora já chegou, é só se inscrever no IBMEC, ele está entre os melhores e mais modernos centro de excelência em economia e negócios do país, já tendo formado mais de 10 mil profissionais nos cursos MBAs Executivos,visando a formação de profissionais qualificados e futuros líderes empresariais.

As inscrição já começaram, é só acessar clicando aqui




segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Como lidar com o seu chefe (ou colegas de trabalho) no Facebook





Chega uma nova solicitação de amizade no Facebook: seu chefe. Aceitar ou ignorar o convite? Se você pensou duas vezes antes de clicar no “aceitar”, certamente avaliou rapidamente o que o seu superior passaria a ver na tela do seu perfil na rede social.
Para aqueles que não têm uma relação aberta e informal com o gestor no trabalho, imaginar seu chefe vendo suas fotos de momentos com amigos e lendo suas opiniões publicadas no mural pode até ser um pouco constrangedor.
Mas, para André Telles, professor de marketing digital e CEO da agência Mentes Digitais essa situação incomum pode ser vantajosa para sua carreira. Afinal, se a empresa em que você trabalha é muito formal e você se sente pouco à vontade de opinar ou sugerir ideais, o Facebook acaba ajudando de certa forma. “Postando com notoriedade sobre assuntos relevantes, é possível até mesmo chamar atenção de seu chefe”, afirma.
“Não existe dessa de separar o pessoal do profissional”, diz Rogerio Sepa, especialista em gerenciamento de carreiras no mundo virtual da DBM. Entretanto a rede social oferece ferramentas para que o usuário possa escolher quais pessoas poderão ter acesso às suas publicações. E o melhor: seu chefe ou colegas de trabalho não saberão em que tipo de lista você os classificou.
Do lado esquerdo da página inicial do Facebook, clique no botão mais ao lado do item Listas. Depois, clique em criar listas e faça uma lista apenas voltada para seus contatos profissionais. Adicione pessoas à lista.Clique em Gerenciar Lista, depois em Atualizações a serem mostradas. Defina os critérios de atualizações de status. Depois, lembre-se de a cada publicação, em vez de compartilhar para todos os seus contatos, selecione quais listas poderão ler seu post.
No canto superior direito, ainda na página inicial, clique na flechinha para baixo e acesse a página para configurar sua privacidade. Lá é possíve até limitar a visualização de publicações passadas. 
Para os especialistas, ignorar o convite não é uma opção. O seu chefe ou aquele colega de trabalho que você não se dá bem pode até se esquecer que mandou um convite. Mas caso ele monitore a rede social, pode verificar que você foi o único a não aceitar a solicitação. E isso te colocaria em maus lençóis. 
Agora, nem pensar em postar uma crítica sobre  a sua ex ou atual empresa ou chefe. Isso  pode render uma dor de cabeça se o bom senso não prevalecer.
“ Atualmente, a maioria das empresas têm programas que rastreiam a marca nas redes sociais, e essas acabam virando fontes de pesquisa e monitoramento da marca”, explica Sepa. Por isso, é melhor evitar que seu nome entra na lista de pessoas falando mal da empresa.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

O uso corporativo das redes sociais

A satisfação no trabalho e o engajamento dos funcionários também são afetados pelo acesso às novas mídias

Além de indicar que mais de 70% das corporações ao redor do mundo já têm presença nas mídias sociais, um estudo da consultoria KPMG Internacional, realizado em dez países, mostra que o Brasil aparece em 4º lugar entre as nações que despontam com presença mais intensa de suas empresas nas novas mídias.
 
Das organizações brasileiras consultadas, 69,1% indicaram já ter iniciativas ligadas a estes meios de comunicação, percentual próximo aos 70,4% da média geral. Na liderança da lista está a China, com 82,7%.

Por mais que a importância e o uso das novas mídias venham ganhando destaque no ambiente corporativo, o seu acesso, por parte dos funcionários, ainda é tema de debate. E a pesquisa apurou que as organizações mais severas quanto ao acesso de seus profissionais às redes sociais podem estar investindo em uma "batalha perdida". Um terço dos funcionários de empresas em que o acesso a redes sociais é bloqueado disse que não apenas estava usando as mídias sociais no escritório, como se empenhava em "burlar os sistemas de proteção" de seus equipamentos de trabalho para "saciar suas necessidades nas redes".
 
A satisfação no trabalho e o engajamento dos funcionários também são afetados pelo acesso aos meios de comunicação social: 63% dos funcionários de organizações que têm políticas abertas de acesso a mídias sociais disseram que estavam satisfeitos em seu trabalho, contra apenas 41% daqueles que tiveram seu acesso restrito.
 
Pensando nisso, a maioria das organizações consultadas indicou que desenvolve políticas específicas ou apresentou um conjunto informal de expectativas para que seus profissionais se engajem nas mídias sociais. Mais da metade delas oferece aos seus funcionários formação específica em mídias sociais, e 62% já tinham desenvolvida uma política específica de mídias sociais.
 
Sobre os controles adotados, enquanto quase 60% dos gerentes dizem que suas organizações monitoram o uso que os profissionais fazem das redes sociais, apenas 40% dos funcionários estavam cientes desse cuidado das empresas. "A adoção de políticas claras, práticas e concisas, apoiadas por uma formação adequada, deve ser uma prioridade na agenda dos gestores, para dar aos empregados a confiança para que sejam ativos e produtivos nas mídias sociais, ao mesmo tempo em que são reduzidos os riscos por conhecerem os limites dentro dos quais eles devem agir", orienta Malcolm Alder, sócio da área de economia digital da KPMG na Austrália.

A KPMG ouviu 1 850 gerentes e 2 016 funcionários de empresas de dez países para realizar esse levantamento.
 
Fonte: Revista Você  RH
domingo, 15 de janeiro de 2012

A Importância da Andragogia no Trabalho





A pedagogia baseia-se em certos pressupostos e utilizam certas praticas razoavelmente pertinentes ao aprendiz em foco: a criança ou adolescente. A andragogia tem outras premissas e orientações que não podem ser ignoradas ao se pretender fazer educação ou ensino de adultos.

Segundo M. Knowles (1973), jovens e adultos indicam situações diversas na aprendizagem:

  •  Autoconceito: os jovens mais dependentes do professor. Adultos mais independentes.
  •  Experiência: os adultos trazem maior bagagem.
  • Prontidão: crianças e jovens precisam atingir o amadurecimento. Adultos também desenvolvem maturidade em áreas diferenciadas.
  •  Perspectiva Temporal: crianças e jovens se preparam para um futuro.
  •  Orientação da aprendizagem: as crianças e jovens aprendem muito as disciplinas. Os adultos procuram aprender aquilo que possa contribuir para resolver os problemas que enfrentam no presente.
  •  Podem os adultos aprender bem em qualquer idade?



Os ditos populares, como, "Burro velho não aprende coisas novas!", podem induzir à crença de que o adulto mais velho já não consegue aprender, e por isso, é desperdício investir em seu desenvolvimento. O adulto, apesar de sofrer, certo declínio nas funções orgânicas e intelectuais, o que ocasionam limitações, se mostra tão aptos quanto aos jovens. 

A tecnologia andragógica utiliza motivação e a experiência dos aprendizes adultos como molas principais. As experiências de cada um podem servir de ilustrações e exemplos para facilitar a compreensão e aquisição de conceito/conhecimentos novos e técnicas, pois são significativas, mais reais e concretas que qualquer exemplo ou caso de livro trazido pelo coordenador/facilitador.

"O homem deve ser o sujeito de sua própria educação. Não pode ser o objeto dele." (Paulo Freire, educação e mudança) como sujeito do processo educativo, o homem busca ativamente resposta para seus problemas, de forma consciente, critica e criativa, rejeitando a mera repetição do que está escrito o foi dito por outros.



Malcom Knowles, ele que desenvolveu os conceitos de palestra, workshop e dinâmica de grupos como forma de aprendizado para adultos há mais de 50 anos. Definiu 5 premissas para a Andragogia:

1. Conceito do eu-Mudança de um aprendizado passivo para um aprendizado ativo

2. Experiência- Acumulação crescente de experiência como recurso de aprendizado

3. Vontade de aprender- À vontade em aprender direcionando o desenvolvimento

4. Orientação para o aprendizado-Mudança de aprendizado apenas conceitual para aprendizado prático

5. Motivação para o aprendizado- A motivação para aprender é interna

Cada uma dessas 5 premissas marcam a diferença entre pedagogia e andragogia.Por isso para o adulto, é muito importante alguns pontos em um aprendizado:


• Motivação e interesse em aprender-Saber exatamente para que ele usará os conceitos que está aprendendo

• Conhecimento do desempenho correto a ser atingido-Saber exatamente o desempenho esperado

• Avaliação do resultado ao longo do processo- Saber se ele está no caminho para atingir o desejado, o que precisa ser ajustado

• Conhecimento do progresso na aprendizagem- Saber onde ele está e o quanto ainda falta para atingir o resultado esperado

• Organização adequada do material de ensino- Saber onde localizar informações na “vida real”, quando necessário

Resumindo, Andragogia é dar referências para as pessoas e ajudá-las a conectar estas referências com o que elas têm a volta.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Tipos de Dinâmicas de Grupo






Compartilho com meus queridos leitores, algumas dinâmicas de grupo usadas para o processo de Recrutamento & Seleção


Quebra Gelo

Imagem&Ação

Indicadores:

Ø  Abertura;
Ø  Integração e descontração;

Cargos Indicados:

Ø  Vendas, analistas de marketing;
Ø  Operadores de Telemarketing;
Ø  Trainee, estagiários (todas as áreas);
Ø  Analistas e assistentes administrativos;

Número de participantes:

10 a 20 participantes;

Desenvolvimento:

Distribuir para o grupo papéis contendo pares de palavras compostas e informar para somente abrir após a autorização do facilitador.

1 º comando: O facilitador informa que todos receberam palavras compostas e que eles devem identificar uma outra pessoa que tenha uma palavra que seja igual a sua. Formar pares e sentar ao lado desta pessoa.

2º comando: O facilitador informa que cada dupla terá que criar uma maneira de expressar de forma não verbal a palavra que eles possuem em mãos, dentro de um tempo máximo de 1 minuto. Os dois participantes devem estar envolvidos de alguma forma nesta apresentação. Só poderão sentar assim que a palavra for identificada pelo grupo.

Comentários:


Ø  Por esta atividade ser estimulante e divertida, é indicada para ser utilizada antes mesmo da entrevista em grupo, facilitando assim que os candidatos se sintam mais à vontade para iniciar uma apresentação individual.

Ø  No caso do número de participantes ser impar um assistente ou mesmo um outro participante que já se apresentou poderá formar a dupla com quem sobrar.

Ø  Muitas vezes dentro de uma organização não temos disponíveis todos os recursos que consideramos importantes para se desenvolver uma determinada atividade, contudo, utilizando-se de criatividade e flexibilidade os resultados podem ser surpreendentes.
Folha de Autógrafos

Distribua o material, adequando-o ao número de participantes. Explique que deverão ler todas as frases e procurar uma “pessoa” para cada situação, colocando o nome do colega ao lado para saber quem você identificou. Informe que eles terão no máximo 5 minutos para conseguir o máximo de autógrafos possíveis na folha de papel. Permita que todos saiam de seus lugares, para que o grupo se descontraia e assim travem conhecimentos em maiores responsabilidades.
O tempo varia de acordo com o número de participantes.
Quando todos tiverem terminado, peça que digam quantas assinaturas conseguiram, pedindo a alguns que leiam sua escolha. O facilitador pode também selecionar algumas perguntas e lançar para o grupo afim de que todos se conheçam.

MODELO FOLHA DE AUTÓGRAFOS
Instruções:
- Dentre os seguintes itens, selecione 10 deles colocando um x em cada uma de suas escolhas.
- Durante a sessão de busca de autógrafos, você estará entrevistando pessoas para descobrir aquela que preenche cada uma das 10 categorias ou condições que você escolheu.
- Você obterá então o autógrafo daquela pessoa no espaço apropriado.
- Você deve ter um autógrafo diferente para cada um dos 10 itens.

(   ) 01 – Alguém do mesmo signo astrológico que o seu ......................................................................
(   ) 02 – Alguém que more sozinho........................................................................................................
(   ) 03 – Alguém que tenha nascido no mesmo Estado que você..........................................................
(   ) 04 – Alguém que toque um instrumento musical..............................................................................
(   ) 05 – Alguém que more no mesmo bairro que o seu.........................................................................
(   ) 06 -  Alguém que tenha filhos...........................................................................................................
(   ) 07 – Alguém que torça pelo mesmo time que o seu.........................................................................
(   ) 08 – Alguém que pratique esporte....................................................................................................
(   ) 09 -  Alguém que tenha animal doméstico.......................................................................................
(   ) 10 -  Alguém que já tenha composto uma música...........................................................................
(   ) 11 -  Alguém que saiba recitar uma poesia.....................................................................................
(   ) 12 -  Alguém que more com a sogra ..............................................................................................
(   ) 13 -  Alguém que já tenha desfilado em escola de samba.............................................................
(   ) 14 -  Alguém que já tenha pulado de pára-quedas.........................................................................
(   ) 15 -  Alguém que pratique um esporte radical................................................................................
(   ) 16 -  Alguém que saiba cozinhar um prato especial.......................................................................
(   ) 17 -  Alguém que saiba pintar quadros...........................................................................................
(   ) 18 -  Alguém que seja casado........................................................................................................
(   ) 19 -  Alguém que saiba dirigir.........................................................................................................
(   ) 20 -  Alguém que já tenha viajado para o exterior..........................................................................


Gente pra Gente

É colocada uma música e o facilitador convida a todos a começarem a dançar livremente pela sala. Informar ao grupo que ao parar a música, o facilitador vai dizer duas partes do corpo. Ex: Cotovelo para joelho! Os jogadores imediatamente devem procurar um parceiro e unir ou encostar as partes do corpo que foram pedidas. A música recomeça, todos saem dançando até parar de novo e novas partes do corpo serem solicitadas. Destacar que caso o facilitador fale “Gente pra Gente” todos devem começar a se saudar da maneira que lhe convir.

Apresentação Divertida

O facilitador coloca uma música animada / energizante. Dizer que vamos começar a nos apresentar, porém de uma forma descontraída. O facilitador coloca no quadro o número 1 associando a ele a frase “muito prazer, meu nome é...”, o número 2 associando a ele a frase “muito prazer, (nome da pessoa)” e número 3 associando a ele uma saudação. Explica então que quando o facilitador gritar 1 a pessoa procura um colega mais próximo e se apresenta, no 2, a pessoa cumprimenta o colega dizendo o nome dele (a), e no 3 apertam as mãos.

Coffee Break

Formar duplas aleatoriamente. Dizer que vamos começar a nos apresentar, porém de uma forma descontraída.  Participantes irão se conhecer como se estivessem participando de um coffee break. Facilitador deve colocar guia de principais perguntas para facilitar o quebra gelo inicial. Informar que cada um terá 2 minutos para conhecer o outro colega. Ao final o facilitador se aproxima de cada dupla no coffee break a fim de ser apresentado e o candidato A apresenta o B e vice versa.

Sugestões de perguntas:
Além das informações pessoais e profissionais básicas que você deseja saber coloque também perguntas do tipo:
(1)     Qual característica sua que só é reconhecida pelos outros depois de algum tempo de convivência?
(2)     Relate uma situação que lhe remeta a um momento de grande aprendizado?
(3)     Se você fosse para uma ilha deserta o que e quem seria indispensável levar?
(4)     Qual a personalidade que você mais de identifica e porque?
(5)     Qual característica sua você venderia por R$ 1,00?
(6)     Que característica sua as pessoas daqui vão ficar sem conhecer/ saber logo após saírem?
(7)     Relate algo que você não curte, mas faz por algum motivo?
(8)     Relate algo que você curte, mas não faz?
(9)     Qual é sua característica marcante de acordo com a opinião dos seus amigos e conhecidos?
(10)  Se você encontrasse a Lâmpada de Aladin que pedido você faria?



A Copa do Mundo

Indicadores:

Ø  Capacidade de comunicação e expressão,
Ø  Capacidade de análise e síntese,
Ø  Senso de realidade,
Ø  Trabalho em equipe.


Cargos Indicados:

Ø  Trainee, estagiário;
Ø  Área técnica – contabilidade, finanças, informática;
Ø  Engenheiros;

Número de participantes:

10 a 20 participantes;


Desenvolvimento:

Dividir o grupo em subgrupos. Dar 10 minutos para discussão.
Abrir discussão informando ao grupo que devem chegar a um consenso sobre a situação.


Comentários:

Ø  O facilitador poderá intervir durante a discussão questionando colocações (a fim de averiguar qual a linha de pensamento utilizada pelo participante) ou mesmo perguntando a um participante menos ativo qual a posição dele sobre o que um determinado colega acabou de falar. Esta estratégia é essencial principalmente em grupos com um grande número de pessoas.

Ø  Em muitas organizações o processo decisório é algo que envolve não só escutar o outro, mas, principalmente, identificar os prós e os contras de cada situação para, somente depois tomar uma posição baseada em argumentos coerentes e nas opiniões dos membros da equipe.


A COPA DO MUNDO

A Copa do Mundo é um dos eventos mais esperados pelos apaixonados por futebol no mundo todo. Apesar de ainda faltar alguns anos, a Seleção Brasileira já está se preparando para mais esse grande espetáculo do esporte.

A Telez foi convidada para ser um dos fornecedores de tecnologia para viabilizar a execução de um dos maiores eventos de interação via Internet já ocorridos no País - um chat com o Técnico da Seleção e a Equipe de Jogadores antes da entrada no campo, durante os intervalos e após o jogo.
A participação nesse evento dará uma exposição internacional para sua empresa, além de um faturamento comparável a 20% de sua receita do ano passado. Não há dúvidas de que estrategicamente e financeiramente é muito importante ser escolhido como fornecedor desse evento.

Os dilemas:
A Telez é uma empresa de transmissão de dados e voz via cabo. Sua rede vem sendo modernizada nos últimos 4 anos, mas ainda existem áreas nos grandes centros cuja qualidade da operação está limitada em função da antiguidade da rede.
No evento da Copa está previsto o volume de 6 milhões de pessoas utilizando o acesso discado para participar do chat a cada jogo. Em algumas regiões importantes, como por exemplo, o interior de São Paulo, a rede de cabos ainda não foi restaurada para assegurar qualidade de serviço no volume de acessos que está sendo esperado.
A Equipe de Planejamento de Rede realizou estudos e já indicou que, em 40% das regiões onde o volume de acesso deve ser alto, a qualidade da rede não será capaz de suportar e viabilizar o serviço de qualidade.

Alternativas:
Aceitar o convite e fornecer o serviço de acesso via internet ao chat com a equipe da seleção. Nessa alternativa existe o risco de comprometer a imagem da Telez em algumas regiões onde o serviço pode ser interrompido.
Declinar ao convite, assumindo o prejuízo à imagem e à lucratividade, se ocorrerem problemas no serviço.

Observações:
Você não tem orçamento para restaurar a rede nessas áreas – qualquer utilização de verba extra para esse projeto implicará em não atendimento do cronograma de manutenção preventiva e corretiva em outras áreas com grande concentração de usuários e com longo tempo de espera.
A Telez passa por um momento financeiro de queda de lucratividade em função da perda de faturamento, especialmente após a entrada de um novo concorrente.






Técnica:

Lontex S.A


Indicadores:

Ø  Capacidade analítica;
Ø  Planejamento e organização;
Ø  Liderança e gestão;
Ø  Trabalho em equipe;
Ø  Iniciativa e Pró-atividade;

Cargos Indicados:

Ø  Secretárias;
Ø  Analistas e assistentes administrativos;
Ø  Analistas júnior área técnica – financeiro, contabilidade, informática;

Número de participantes:

5 a 15 participantes;

Comentários:

Ø  O facilitador deve ficar atento às estratégias e comentários dos participantes ao longo do exercício e principalmente, aos papéis que surgem naturalmente. O importante neste exercício é o processo e não o resultado em si.
Ø  Caso um grupo termine antes que o outro peça para aguardarem até que todos tenham terminado. Caso você perceba que o tempo está se esgotando e um grupo não está produzindo o suficiente você poderá orientá-lo sobre posicionamentos adequados e inadequados das salas, mas nunca dê respostas. Se algum grupo não finalizar o projeto aproveite a oportunidade para promover o aprendizado.
Ø  Muitas vezes quando recebemos a responsabilidade sobre um novo projeto nem sempre teremos a mão todas as informações necessárias. Neste sentido, a iniciativa na busca destas informações  e a interação junto à equipe são essenciais para que o projeto possa ser apresentado no tempo estipulado. Definir prioridades é essencial para profissionais que trabalham sobre pressão.

Técnica:

Oficina de Produção


Indicadores:

Ø  Trabalho em equipe e Relacionamento Interpessoal;
Ø  Pró-atividade/ iniciativa;
Ø  Negociação e comunicação;
Ø  Liderança e capacidade de gestão;
Ø  Comportamento sobre pressão;

Cargos Indicados:

Ø  Trainee, estagiário;
Ø  Administrativos - Analistas e assistentes administrativos;

Número de participantes:

10 a 15 participantes;

Comentários:

Ø  A orientação para resultados é uma habilidade essencial para qualquer profissional. Diante de uma missão devemos determinar prioridades, definir planos para execução de objetivos para que assim possamos agir de maneira a atingir a meta, evitando retrabalho e falhas no processo, procurando sempre delegar atividades quando necessário exercendo a liderança participativa.















Técnica:

Cia de Alumínio


Indicadores:

Ø  Planejamento e organização;
Ø  Iniciativa e liderança;
Ø  Raciocínio lógico;
Ø  Trabalho em equipe;

Cargos Indicados:

Ø  Trainee, estagiário;
Ø  Analistas e assistentes da área técnica – contabilidade, finanças, informática;
Ø  Analistas e assistentes de RH (seleção e treinamento);
Ø  Secretárias;

Número de participantes:

05 a 15 participantes;


Comentários:

Ø  O facilitador deve ficar atento às estratégias e comentários dos participantes ao longo do exercício e principalmente, aos papéis que surgem naturalmente. O importante neste exercício é o processo e não o resultado em si.

Ø  Caso o grupo questione se eles acertaram ou erraram, o faciltador informa que todos tomaram decisões acertadas para que nenhum tipo de frustração seja estimulado.

Ø  Muitas vezes quando recebemos a responsabilidade sobre um novo projeto nem sempre teremos a mão todas as informações necessárias. Neste sentido, a iniciativa na busca destas informações e a interação junto à equipe são essenciais para que o projeto possa ser apresentado no tempo estipulado.




Técnica:

Inventando Moda


Indicadores:

Ø  Trabalho em equipe e Relacionamento Interpessoal;
Ø  Iniciativa;
Ø  Negociação e criatividade;
Ø  Capacidade de persuasão;
Ø  Capacidade de argumentação e contra-argumentação;
Cargos Indicados:

Ø  Vendas, analistas de marketing;
Ø  Operadores de telemarketing;
Ø  Trainee, estagiário;
Número de participantes:

10 a 20 participantes;

Comentários:

Ø  Somente inicie efetivamente a atividade após todas as dúvidas terem sido esclarecidas. Caso contrário o processo poderá ficar comprometido. Ao longo das atividades em grupo, circule e coloque-se disponível em caso de dúvidas.

Ø  Em caso de algum participante questioná-lo sobre algo que será trabalhado mais a frente, sensibilize-o a envolver-se naquela atividade proposta e coloque que as novas orientações serão disponibilizadas ao longo do jogo.

Ø  No momento em que todos estiverem reunidos para decidir qual é a solução mais adequada a postura de facilitador deverá ser de estimulador de opiniões, principalmente por aqueles que estão se expondo pouco. Destaque possíveis desvantagens ou limitações da solução escolhida e perceba as reações e colocações.

Ø  Proporcione um ambiente onde todos possam se expor. Em caso de candidatos que estejam se colocando em excesso, reconheça positivamente a sua posição e redirecione o foco para outro candidato questionando a sua posição em relação ao assunto.

Ø  Destacar como a cooperação, a troca de idéias e o trabalho em equipe podem promover um clima de trabalho agradável e, conseqüentemente, mais produtivo. 

Técnica:

Mercado Alvo


Indicadores:

Ø  Capacidade de comunicação e expressão;
Ø  Habilidade de argumentação e contra-argumentação;
Ø  Capacidade de manter diálogo e persuasão;
Ø  Iniciativa/pró-atividade;
Ø  Flexibilidade e negociação e Capacidade analítica;

Cargos Indicados:

Ø  Trainee, estagiário;
Ø  Vendas, analistas/assistentes de marketing;
Ø  Operadores de telemarketing;
Ø  Assistente jurídico, estagiário de Direito;

Número de participantes:

10 a 20 participantes;

Comentários:

Ø  O facilitador poderá intervir durante a discussão questionando colocações ou mesmo perguntando a um participante menos ativo qual a posição dele sobre o que um determinado colega acabou de falar. Esta estratégia pode ser eficaz principalmente em grupos com um grande número de pessoas.

Ø  Em muitas organizações o processo decisório é algo que envolve não só escutar o outro, mas, principalmente, identificar os prós e os contras de cada situação para, somente depois tomar uma posição baseada em argumentos coerentes e nas opiniões dos membros da equipe.

Ø  Ao entrarmos em uma empresa temos a tendência de fazermos as coisas do nosso jeito. Quando nos permitimos ouvir a opinião alheia e também contribuir com nossa visão podemos colher resultados surpreendentes.

Técnica:

Mega Sena Premiada


Indicadores:

Ø  Capacidade de argumentação e persuasão;
Ø  Relacionamento Interpessoal;
Ø  Negociação e criatividade;
Ø  Flexibilidade;

Cargos Indicados:

Ø  Trainee, estagiário;
Ø  Vendas;
Ø  Operadores de telemarketing;
Ø  Analistas e assistentes de comunicação, marketing, RH;

Número de participantes:

10 a 20 participantes;

Comentários:

Ø  O facilitador poderá intervir durante a discussão questionando colocações ou mesmo perguntando a um participante menos ativo qual a posição dele sobre o que um determinado colega acabou de falar. Esta estratégia pode ser eficaz principalmente em grupos com um grande número de pessoas.

Ø  Caso o facilitador perceba que o grupo não está chegando a um consenso pode comentar que às vezes devemos nos mostrar um pouco flexíveis diante de determinadas situações a fim de que possamos chegar a conclusões que sejam adequadas para o senso comum.

Ø  Toda empresa possui normas e regras que devem ser respeitadas. Muitas vezes poderemos nos ver diante de uma situação onde não concordamos com um procedimento ou não acreditamos que aquela seja a melhor coisa a ser feita. Sugestões podem ser colocadas em momento oportuno, contudo, devemos procurar nos adaptar e sermos flexíveis a essas regras e normas a fim de que possamos cumprir o nosso papel profissional.



Agenda do Recife

REVISTA VOCÊ RH

Google+ Badge

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Consultoria de RH

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Me leve com você!

Adicione seu Email

E-book

E-book

COMPRAR E-BOOK

Tradutor

Translator

    English French
    German Spain
    Italian Dutch
    Russian Japanese
    Korean Arabic