http://br.jooble.org/

Siga-me no Twitter

Me leve com você!

Visitantes

Download

Postagens populares

Venha para Facho

PageRank

Verifique o PageRank de qualquer página da web instantaneamente:
  
Esta ferramenta gratuita é fornecida por MestreSEO.

SOS NATUREZA

SOS NATUREZA

Seguidores DIHITT

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Psicóloga, Blogueira, adepta da meditação e alimentação saudavel. Experiência em empresas da área de mineração, bancacaria, varejo e consultoria de RH, habilidade em recrutamento e seleção, rotinas de departamento pessoal, habilidade para aplicação de testes para ingresso em empresas, treinamento, capacitação e avaliação de pessoal. Empática, localizo prioridades de cada pessoa para melhor aproveitamento. Comunicativa e pró ativa. Pontos fortes: criatividade, solução de problemas, facilidade social. Analiso os elementos internos e externos holisticamente na tomada de decisões. Focada sempre nas metas e resultados.

"Pessoas bem sucedidas"

Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo se queixando, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas são, normalmente, aquelas que acham soluções - enquanto o resto se queixa.

Blogger Themes

Pesquisar neste Blog

Pages

sábado, 26 de janeiro de 2013

Porque a empresa se chama…?





Saiba o significado de algumas empresas…
TAM
Táxi Aéreo Marília foi homenagem dos fundadores à sua cidade natal, no interior paulista. Hoje a TAM delega os voos para Marília a outras companhias.
BASF
Famosa no Brasil pelas fitas cassete, a Badische Anilin und Soda-Fabrik (“fábrica de anilina e soda da região de Baden”) lucra principalmente com produtos químicos.
YKK
Observe o zíper mais próximo: é provável que nele esteja a sigla da Yoshida Kogyo Kabushikigaisha (algo como “Corporação Manufatureira Yoshida”), a nº1 dos zíperes.
HBO
Como box office é “bilheteria”, a Home Box Office seria uma “bilheteria caseira”, referência às origens do canal, célebre por passar sucessos do cinema antes dos outros.
ASICS
Abreviação do latim alma sana in corpore sano, “alma sã em corpo são” – a gigante esportiva japonesa trocou mens por alma. É, MSICS não iria pegar.
TNG
Trata-se de uma compressão de teenager, “adolescente” em inglês. Não que a marca algum dia tenha sido teen, mas o objetivo era deixar o guarda-roupa adulto menos sisudo.
HSBC
Note que na publicidade deles sempre há orientais. Pois o banco surgiu na Ásia, em 1865, como Hongkong and Shanghai Banking Corporation Limited – só o “L” não vingou.
AXN
A intenção era comprimir o som de action (“ação” em inglês), “équichon”. Ficou na intenção, pois todos soletram, “êi-éx-ên”. Pra não perder o costume: era o canal onde passava Lost.
C&A
Em 1841, os irmãos Brenninkmeijer abriram uma loja de tecidos na Holanda. Sintéticos, Clemens e August batizaram o empreendimento com suas iniciais.
M&M’s
Sensação entre soldados na 2ª Guerra com o slogan “derrete na sua boca, não na sua mão”, surgiu da parceria de dois Ms: Forest Mars e Bruce Murrie.
3M
Surgiu em 1902 como Minnesota Mining and Manufacturing (“Minnesota Mineração e Manufatura”), e economizou 29 caracteres ao encurtar para 3M.
LG
O nome surgiu da junção de duas marcas de eletrônicos sul-coreanas, Lucky e GoldStar. Mas eles preferem que você associe as letras ao slogan “life’s good” – “a vida é boa”.
CVC
Como os irmãos C&A, Carlos Vicente Cerchiari usou suas iniciais na marca. Em 1976, CVC saiu da agência de viagens, mas sua sigla ficou.
IBM
Pode chamar de International Business Machines, “[companhia] internacional de máquinas de negócios”. É de 1924, quando computador não era pessoal, mas financeiro.
TNT
Mistura de explosivo com nome do fundador, a Turner Network Television surgiu transmitindo esportes, virou canal de filmes clássicos e hoje passa de um tudo.
Fonte: Revista Super Interessante!
segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

A transição do profissional ativo para a aposentadoria




Durante muito tempo falar de aposentadoria era fazer com que o indivíduo se projetasse para uma posição de mero espectador da sociedade, estar “inativo”, o que acabava afetando a autoestima do mesmo. O trabalho é a principal atividade do homem, significa ser alguém no mundo, fazer diferença, participar das trocas sociais. Se analisarmos veremos que no sistema capitalista o cotidiano de um indivíduo gira em torno do trabalho, que por sua vez é o responsável por distribuir os papéis dentro da sociedade e estabelecer o roteiro da maior parte da vida de um cidadão, pois esta gira em torno dele. A partir do momento que este cidadão rompe com esta rotina a sensação que ele tem é a de que o chão desapareceu sob seus pés.





Em alguns casos provavelmente essa transição poderá desencadear reações depressivas ou doenças cardiovasculares. A depressão seria a somatização de todas as reações intrínsecas e extrínsecas, vivenciadas pelo sujeito nesse momento de adaptação a nova situação. Essa vivência possivelmente acarretará ansiedade e falta de equilíbrio, pois o indivíduo torna-se uma pessoa ociosa e sem objetivos, além de sentir uma mudança no seu status social, isso tudo leva a uma mudança de hábitos que prejudica ainda mais a saúde dos mesmos. Ao se aposentar o indivíduo também acaba passando por situações de stress, diferentes daquelas da vida profissional, mas que também afetam a vida afetiva do aposentado. Tudo está relacionado ao vínculo criado entre sua vida social e sua vida profissional, quando maior este vínculo maior será a consequência sofrida, daí a importância de haver um equilíbrio entre as duas. A aposentadoria deve ser planejada durante toda vida profissional de uma pessoa e não apenas as vésperas.



A preparação para a aposentadoria deve fazer parte de um projeto de vida do indivíduo, seja ela compulsória ou voluntária, é importante reconhecer a necessidade de cada caso, sempre objetivando a qualidade de vida do aposentado, e desmistificando a figura daquele sujeito marginalizado pela sociedade.
quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Qual sua pretensão salarial?





Muitos recrutadores, antes mesmo de agendar uma entrevista com um candidato perguntam qual a pretensão salarial dele. Alguns têm medo de dizer, outros não sabem o que responder. Para ajudar a estes profissionais que procuram emprego, alguns especialistas explicam como formular uma boa resposta para a pergunta “qual sua pretensão salarial?”.

Para Eduardo Ferraz, consultor de gestão de pessoas, o profissional deve levar em consideração sua atual situação. “Se ele está desempregado, deve pedir a média que o mercado está pagando, mas se já está trabalhando e foi procurado por outra empresa, pode sim pedir mais”, explica. É importante que o profissional que está tentando uma recolocação no mercado saiba qual a média salarial para o cargo que almeja. Com esta informação, ele consegue negociar com mais facilidade com o recrutador.

Mas o salário não deve ser o único aspecto que o candidato deve avaliar quando responde à pergunta sobre sua pretensão salarial. Os benefícios, a perspectiva de crescimento e vantagens, como flexibilidade de horário e proximidade da casa, por exemplo, também devem ser colocados nos cálculos do profissional. Benefícios como plano de saúde, cursos de idiomas, faculdade, academia, entre outros, podem eliminar custos que ele teria, diminuindo assim sua necessidade de um salário mais alto.


Para Valquíria Coelho, gerente de RH da New Soft Intelligence, o mais importante é o candidato ser sincero com sua pretensão, pois aceitar valores menores do que o que deseja e precisa para viver podem frustrá-lo futuramente. “É preciso ser sincero na hora de dizer quanto deseja ganhar. Além disso, é importante estar aberto a negociações, mas sempre sabendo dentro de que faixa é viável aceitar ou não a proposta”, afirma.

A consultora de recursos humanosGabrielli Franchi aponta outro aspecto que deve ser levado em consideração pelo profissional: o seu interesse na empresa. “Quando se trata da empresa dos seus sonhos, você pode ser mais flexível, pois ela traz um outro valor, e provavelmente tem oportunidades para crescimento”, diz.

Valquíria dá uma dica final aos candidatos: “pare, faça uma reflexão do que você quer da sua vida e em que momento você está. Você pode se aventurar ou precisa de estabilidade? Uma vez definido seu objetivo, suas metas, você consegue montar seu preço. Mas é importante sempre estar aberto à negociação”.

Fonte: Qual sua pretensão salarial? – Destaque - Jornal Carreira e Sucesso
sábado, 5 de janeiro de 2013

Já ouviu falar em síndrome da pressa?




A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que nove em cada dez pessoas sofrem com as mais variadas formas de estresse. E os fatores mais estressantes são as pressões no trabalho e o ritmo de vida acelerada. “Até certo ponto o estresse é saudável ao organismo, mas em excesso prejudica a qualidade de vida”, aponta o gestor de carreira Sidney Zenobio, da empresa de recursos humanos Gnetwork.

Zenobio explica que no ambiente de trabalho ninguém está imune a uma situação estressante. “O ambiente de trabalho pode ser um dos grandes culpados pelo estresse de seus colaboradores. Em alguns casos alguns funcionários desenvolvem a chamada a Síndrome da Pressa, que prejudica o desempenho no trabalho e a vida pessoal do trabalhador”, ressalta.

A síndrome faz com que o funcionário fique mais competitivo, agressivo e com desejo de produzir mais em menos tempo. O profissional fica com dificuldade de concentração e a criatividade é afetada devido ao imediatismo na hora de resolver os problemas. “As pessoas buscam resultados rápidos em todos os aspectos cotidianos, seja na vida pessoal ou no trabalho.

Quem não sabe lidar direito com o tempo sofre mais, principalmente pela obrigação em cumprir prazos e horários”, acrescenta. Para os médicos, a síndrome é um quadro permanente de ansiedade, que pode se transformar em sérias doenças. “A cultura que prevalece nas empresas é a cobrança pela superação de limites, a necessidade de sempre fazer o melhor do melhor. O resultado são pessoas que se cobram em excesso para cumprir tudo o que é exigido, desencadeando o estresse”, observa.

Para ter uma qualidade de vida melhor e se livrar da síndrome da pressa, o tratamento mais eficiente é mudar a maneira de enxergar as situações do dia a dia. “Não existe uma receita de bolo. Cada um tem que se analisar e ver o que está errado, se há algo em excesso ou faltando para alcançar o equilíbrio. Um bom funcionário não é o que produz mais e sim o que trabalha com qualidade e obtém resultados satisfatórios”, enfatiza.

As empresas têm que papel importante para construir um ambiente agradável para seus colaboradores. “Algumas pessoas necessitam inclusive de tratamento psicológico para aprender a conciliar o trabalho, a vida pessoal e o tempo. Dependendo da situação é necessário ainda afastamento do trabalho, mudança de hábitos e medicação”, finaliza.

Fonte: Clipping Toda 

Agenda do Recife

REVISTA VOCÊ RH

Google+ Badge

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Consultoria de RH

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Me leve com você!

Adicione seu Email

E-book

E-book

COMPRAR E-BOOK

Tradutor

Translator

    English French
    German Spain
    Italian Dutch
    Russian Japanese
    Korean Arabic