http://br.jooble.org/

Siga-me no Twitter

Me leve com você!

Visitantes

Download

Postagens populares

Venha para Facho

PageRank

Verifique o PageRank de qualquer página da web instantaneamente:
  
Esta ferramenta gratuita é fornecida por MestreSEO.

SOS NATUREZA

SOS NATUREZA

Seguidores DIHITT

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Psicóloga, Blogueira, adepta da meditação e alimentação saudavel. Experiência em empresas da área de mineração, bancacaria, varejo e consultoria de RH, habilidade em recrutamento e seleção, rotinas de departamento pessoal, habilidade para aplicação de testes para ingresso em empresas, treinamento, capacitação e avaliação de pessoal. Empática, localizo prioridades de cada pessoa para melhor aproveitamento. Comunicativa e pró ativa. Pontos fortes: criatividade, solução de problemas, facilidade social. Analiso os elementos internos e externos holisticamente na tomada de decisões. Focada sempre nas metas e resultados.

"Pessoas bem sucedidas"

Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo se queixando, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas são, normalmente, aquelas que acham soluções - enquanto o resto se queixa.

Blogger Themes

Pesquisar neste Blog

Pages

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Facebook diz muito sobre desempenho profissional




Segundo o estudo de Don Kluemper, fotos descontraídas, como as tiradas em festas, não atrapalharam a análise dos especialistas, mas mostram um profissional extrovertido


As áreas "Sobre você", "Citações favoritas", "Preferências políticas" e "Interesses" podem dizer muito sobre um candidato e seu futuro em uma determinada empresa. Segundo um estudo realizado pela Universidade Northern Illinois, nos Estados Unidos, características pessoais como extroversão, socialização, consciência, estabilidade emocional e franqueza podem ser identificadas com facilidade a partir de uma análise feita no perfil de um usuário no Facebook.
Pesquisadores americanos chegaram à conclusão com base em uma experiência. Eles avaliaram o perfil de 56 estudantes universitários empregados (fotos, mural, comentários, educação e hobbies) e, em seguida, responderam a um teste com perguntas como "esta pessoa é dependente?" e "o quão emocionalmente estável é este voluntário?".
Seis meses depois de analisar os perfis, os cientistas entraram em contato com os supervisores desses estudantes. Eles descobriram, então, uma forte relação entre o desempenho no trabalho desses profissionais e a avaliação de suas páginas no Facebook, especialmente nos quesitos curiosidade intelectual, consciência e franqueza.
De acordo com os pesquisadores, os estudantes que mais viajavam, possuíam mais amigos e mostraram na rede seus interesse foram melhor avaliados na primeira fase e, consequentemente, considerados melhores funcionários pelos seus supervisores. Segundo Don Kluemper, que conduziu o estudo, fotos descontraídas, como as tiradas em festas, não atrapalharam a análise dos especialistas; ao contrário, esse material mostrou ao corpo de cientistas o quanto os voluntários eram amigáveis e extrovertidos.
Para Kluemper, o levantamento mostrou o potencial da ferramenta nos processos de seleção. "É difícil para as pessoas esconder a personalidade diante dos amigos", diz o professor.
Usar o Facebook no recrutamento de candidatos ainda é pouco utilizado no Brasil. De acordo com Iracema Dias de Araújo Andrade, diretora da Viva Talentos, empresa especializada em seleção, a análise comportamental com base no site é pouco usada, embora a plataforma possa ajudar a identificar problemas pontuais de personalidade. "Certa vez, um rapaz adotou um comportamento inadequado durante uma dinâmica de grupo. Pesquisamos o seu perfil no Facebook e percebemos associações com comunidades relacionadas a drogas", conta.
É claro que essas pesquisas não são descartadas, principalmente quando a vaga em questão exige determinados interesses. "Para algumas posições, onde é preciso encontrar uma pessoa alinhada a determinado perfil, é interessante usar o Facebook como um complemento. O problema é que muitos candidatos potenciais não oferecem acesso às suas páginas ou não incluem dados que demonstrem seus interesses pessoais na rede", diz a executiva.
As expectativas de Andrade para o futuro são positivas em relação ao uso da rede nos processos de seleção, embora sua participação no recrutamento de talentos ainda seja tímida no país.
"É preciso ter muito cuidado na hora de se levar em conta um perfil. As pessoas são diferentes em ambos ambientes - offline e on-line - e o profissional precisa estar apto a identificar e a avaliar essas nuances", afirma. "A utilização da plataforma requer treinamento, mas acho que no futuro devem surgir especialistas capazes de fazer essa análise comportamental", completa a executiva.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Como aceitar críticas de forma positiva e elegante





Receber críticas faz parte da vida, e quem trabalha em equipe ou realiza alguma atividade para o público acaba sempre recebendo sua parcela delas, justas ou não.
Mas lidar com críticas é muitas vezes um desafio. Pela observação do mundo ao meu redor, acredito hoje que muitas pessoas acreditam que devem reagir vigorosamente a todas as críticas, e discutir até provar que a pessoa que criticou é que estava errada. E às vezes elas precisam mesmo, mas é necessário saber lidar com as demais críticas de forma positiva.



Por manter uma série de projetos abertos ao público em geral e com razoável grau de visibilidade (o BR-Linux, por exemplo, recebe bem mais de 1 milhão de visitas todos os meses), recebo um fluxo constante de feedback dos usuários, incluindo as críticas, afinal a presença delas é uma lei quase invariável da natureza.

Muitas vezes as críticas trazem em si oportunidades valiosas de aprendizado, e em outras elas são um genuíno meio de identificar e corrigir desconformidades no serviço prestado. Há também as críticas que nada acrescentam, ou que são dirigidas à pessoa errada, e é necessário lidar com estas também.
E é neste sentido que achei muito interessante o artigo “How to Accept Criticism with Grace and Appreciation“, publicado pelo Zen Habits. Ele dá várias dicas sobre como lidar com as críticas recebidas, de uma forma positiva e elegante. Separei algumas delas e acrescentei meus próprios comentários, leia a seguir.

Como reagir a críticas de maneira construtiva
É claro que há situações em que o que você precisa fazer é realmente refutar e discutir as críticas recebidas. Mas as dicas abaixo são para os demais momentos, aqueles em que você pode e deve reagir com tolerante elegância, aceitando de forma positiva a crítica feita sem intenção de ofender.
  • Segure a sua primeira reação: conte até dez, deixe passar 2h, aguarde para responder só amanhã… Sua primeira reação pode tender a ser muito mais emocional do que racional, e reduzir a chance de resolver algum eventual problema real, ou de ter algum aprendizado com a experiência. Às vezes é necessário morder a isca e entrar em um bate-boca, mas se você entrar em todos eles, pode até “ganhá-los” várias vezes, mas progredirá menos. Reagir a provocações pode ser importante, mas não é boa estratégia – quem sempre reage pode ser facilmente manipulado e conduzido.
  • Não desperdice o feedback: por mais mal-educada e inapropriada que a crítica seja, ela traz em si algum feedback – sobre o seu serviço, sobre você mesmo ou até sobre a pessoa que está criticando. Identifique-o, e atue sobre ele, mesmo que você não vá responder ao autor.
  • Agradeça, mesmo que sob o ponto de vista de quem fez a crítica, o ato em si seja um desperdício. A crítica é um feedback importante, e pode contribuir para a melhoria do seu desempenho, mesmo que a intenção dela seja ofender e magoar. Agradecer, e de fato levar em conta a informação recebida, pode ser uma boa resposta inicial, principalmente quando você tem certeza de que, a longo prazo, você será cada vez mais bem-sucedido na iniciativa que está sendo criticada.
  • Identifique o núcleo da questão. Muitas vezes, uma crítica válida vem embalada em uma série de camadas de ofensas. Identificar e responder somente à crítica que é o centro da questão é uma forma energeticamente econômica de passar a mensagem de que o reclamante não está à altura de ofendê-lo, e de que manifestações futuras podem se concentrar no aspecto crítico da questão, dispensando as tentativas de ofender, porque elas não colam mesmo.
Na maioria das vezes, as críticas viciosas são reflexos de problemas de quem está criticando, e não de algo que a pessoa que está sendo criticada fez, ou deixou de fazer. Mas só podemos controlar a nós mesmos, e não aos outros, portanto cabe a cada um de nós saber como prefere lidar com a situação.

Qual a sua técnica?

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Será que Você Trabalha ao Lado de Um Psicopata?



Meus caros amigos leitores, acho que muitas pessoas devem achar que um piscopata, é aquele que matam em serie, tipo serial killer, aqueles monstros assassinos, como é mostrados nos filmes de Hollywood, se alguem acha que é isso, está totalmente enganado, um psicopata, simplesmente pode morar ou trabalhar ao seu lado, e você não consegue identificar. O diagnóstico não é simples, há uma idéia fantasiosa de que todo psicopata é violento, apenas alguns indivíduos com desvio psicológico são agressivos. Podemos estar convivendo diariamente com um psicopata, sem nem mesmo percebermos atitudes diferenciadas de um comportamento normal.

Mas, para sabermos se nosso colega de trabalho, de escola, namorado ou mesmo pessoa de nosso meio familiar é um psicopata, devemos nos ater aos hábitos, vida pregressa e, principalmente, ficarmos atentos ao costumeiro jogo de se fazer de vítima, se portando como “coitadinho”. Os psicopatas costumam ser muito habilidosos e abusam de nossa boa fé. Possuem um grandioso sentimento de auto-estima, e não tem empatia nenhuma, ou seja, não se coloca no lugar dos outros, eles são sarcasticos, e não tem sentimento de culpa e nem de piedade.
 
Comprovado por estudiosos, os sintomas principais que um psicopata apresenta são: ausência de culpa, habilidade em mentir, facilidade em manipular, possuidor de alto grau de egoísmo, inteligência acentuada com QI acima da média, ausência de afeto, impulsividade, se isolam com frequência, níveis de ansiedade e nervosismo acentuados, geralmente não tem um plano de vida, abuso de alcool e droga e promíscuo comportamento sexual.

Porém, nem todos os assassinos são psicopatas, e nem todos os psicopatas chegam a ser assassinos, ou mesmo fisicamente violentos. Por isso é bom ficar alerta, em casa, no trabalho, mas não vão ficar rotulando por ai, que só porque algumas pessoas tem esse perfil, não vão dizer logo que ele pode ser um psicopata, pois é muito serio e para ser diagnosticado tem que ser feito um trabalho com seriedade , pois o diagnostico não é fácil.

Mas saibam que não só as pessoas podem ser psicopatas, como  algumas empresas podem ser também , pois são predadoras egoístas, sem ética, gananciosa e não estão nem aí para o bem estar dos seus funcionários.
quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A Importância de um Organograma nas Empresas



Meus caros amigos leitores, é com grande prazer que compartilho mais um guest post, escrito pelo competente executivo de sucesso   Gabriel Eigner ,ele já está tomando gosto pela coisa, e cada vez vai está superando nos seus texto, que nos proporcionam um novo conhecimento e aprendizado.Nesse texto ele fala do Organograma e sua importância para as empresas, espero que aproveitem o máximo com essa gostosa leitura.


                              A Importância de um Organograma nas Empresas


As clássicas definições sobre o que é um “organograma”, muitas vezes se resumem na proposta de organizar e distribuir as responsabilidades e os limites de autoridade, entre os diversos níveis hierárquicos da Empresa.

Mas, na realidade, esta importante decisão estratégica vai mais além.

Vamos imaginar as empresas com perfil familiar, aquelas em que existe um “dono” ou sócios que atuam diretamente na atividade. Nestes casos, a definição de um Organograma é mais complexa, pois além de estabelecer o papel dos funcionários é necessário fixar as responsabilidades e o campo de atuação dos sócios.

Normalmente, o Organograma é um importante estágio de profissionalização e organização da estrutura da empresa. E, obrigatoriamente, exige atitudes de delegação de poderes, definição das liberdades e responsabilidades de cada Diretor, Gerente, Supervisor ou outros profissionais que terão sob o seu comando “pessoas”. Este é o ponto que a definição precisa possuir conceitos claros.

Os “donos” ou “sócios” não devem usar de forma ostensiva e contínua, a prerrogativa do “BY PASS” que os habilita atravessar todos os níveis hierárquicos para resolver alguma questão porque são os “donos” da Empresa.

Implementar um Organograma significa respeitar as pessoas e posições que nele foram inseridos e, portanto, cobrar os desvios e resultados destes mesmos profissionais.

O “BY PASS” é um sinônimo de “cassação temporária” dos atributos do gestor que está acima da pessoa que foi abordada. Por exemplo, o Contador da empresa está subordinado a um Gerente Administrativo que por sua vez está vinculado ao Diretor Administrativo-Financeiro.

No fechamento do mês, o “dono” achou que os resultados apresentados não estão claros e determinou diretamente ao Contador alterações no balanço. Este é um “BY PASS” que comprometeu o Organograma nos 2 níveis que existem acima do profissional abordado.

A disciplina e a conscientização de todas as pessoas que figuram no Organograma são fundamentais para a validação e estabilização da estrutura orgânica da Empresa.


Assim seguem algumas recomendações para você implantar um Organograma com sucesso na sua Empresa:

a) Obtenha, dos sócios da Empresa, a definição clara e formal da estratégica do negócio (Core Business) e no máximo três objetivos principais que devem ser alcançados. Longas listas de objetivos passam a ser inócuas.

b) Consiga que o primeiro nível ligado diretamente aos sócios, possa realizar algumas reuniões em conjunto, sem a presença deles, para estudar e apresentar como enxergam a adequada operação da Empresa para atingir estes resultados.

c) Aprovada a linha de operação, você terá o embrião do organograma. Reúna o grupo de profissionais diretamente vinculados a este primeiro nível. Eles contribuirão com a visão operacional e as necessidades que devem ser supridas para o adequado funcionamento da Empresa.

d) Pronto, seu organograma está tomando forma. Ajuste detalhes, troca de subordinação entre as áreas, quais são os fatores críticos de sucesso e seu Organograma está finalizado.


Gabriel Eigner

Diretor da Engenharia das Vendas

www.engenhariadasvendas.com.br
quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

É a persistência que aprimora o talento





Não há garantias de que as pessoas altamente geniais conquistem seus sonhos. Não se pode assegurar que os indivíduos muito criativos sejam os mais bem sucedidos nos negócios. Também não é possível sustentar que pessoas consideradas mais inteligentes se destaquem enquanto personalidade de sucesso.

Genialidade, criatividade e inteligência são qualidades admiráveis e geralmente encontradas em pessoas de sucesso. No entanto, há uma qualidade invariavelmente presente em cem por cento das pessoas de sucesso: o talento aprimorado. Digo talento aprimorado porque o talento se faz e se aprimora no dia a dia, quando submetido à prova pela busca permanente de nossos objetivos.

O talento só se aprimora diante de desafios e barreiras. Os desafios são o alimento dos campeões, pois permite o exercício da persistência. Agir com persistência, com determinação e força de vontade não é só fundamental para o aprimoramento do talento, mas a única forma de amadurecer nossos diferenciais e fortalecer nossas convicções. Neste contexto, fica fácil perceber que reclamar dos problemas e dos desafios da vida é uma atitude perdedora, pois somente diante deles é possível sermos persistentes. Dentre todas, a maior das garantias de sucesso é aceitar os desafios e agir com persistência.
O desafio é um cartão de visita do futuro.


Roberto Silva
Autor do Livro “Diário do Vencedor”
http://robertosilvaconsultor.blogspot.com
terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Um Simples Gesto Voluntário Mudou Minha Vida


Para sermos profissionais de sucesso, não basta termos apenas uma boa formação educacional, ótimas habilidades e competências, um bom networking, além disso tudo, devemos ter um tempo disponível para algum tipo de trabalho voluntário. A partir de minha percepção de sentir um vazio dentro de mim, comecei a constatar que nesse mundo não viemos só para ter sucesso pessoal, e sim também para ajudar aos outros a construir seu sucesso.

Iniciei então um trabalho voluntario no hospital do câncer, era contadora de histórias para as crianças com câncer. Meu primeiro dia foi muito difícil, só de ver aqueles pequenininhos tão frágeis com aquela doença terrível, que arrasa não só o doente mais toda a família, fiquei muito mal, mas depois de ver que mesmo com todas aquelas dificuldades essas crianças com a minha chegada para contar historias, esqueceram de tudo e viajaram comigo no mundo da fantasia e imaginação, me deram tudo que mais queria um sorriso no rosto. Em muitos momentos tive que me controlar para segurar a emoção, só assim pude perceber que meus problemas eram minúsculos, em relação a daquelas crianças enfermas .

Quando entrei num quarto de uma menina, ela não quis saber de mim, virou o rosto, fiquei sem reação, não sabia o que fazer, mas respeitei a vontade dela de não querer que contasse historia naquele momento. Mas não desistir, todos os dias que eu freqüentava o hospital,l sempre ia ao quarto dela, mesmo sabendo que ia levar um não, mas nesse dia tive uma surpresa, ela quis que eu lesse um livro para ela, e a partir desse dia viramos super amigas, ela se chamava Erica, tinha uma historia de vida muito triste, a mãe era prostituta, quando ela nasceu deu a um senhor bem velhinho que criou ela em um sitio e que passou a ser seu vô, era assim mesmo que ela o chamava, onde comida e dinheiro faltava muito , mas o amor que eles tinham incondicionalmente um pelo outro, ajudou a superar todas as dificuldades .


O vô de Erica era sua companhia constante no hospital, seu estágio da doença era bem avançado, estava com metástase, mas mesmo assim, ela queria que eu contasse historias. Depois de quimioterapia e uma serie de remédios, o sorriso lindo dela, nunca saia do seu rosto. Num feriado de primeiro de maio, bateu uma vontade imensa de ir ao hospital, não era meu dia de ir, mas mesmo assim eu fui, chegando lá a enfermeira disse que Erica não estava bem, mas que passou o dia todo pedindo para ir ao shopping Center, pois ela nunca tinha ido, logo em seguida fui pedir autorização do médico para levar ela ao shopping Center, pois era do lado do hospital, o medico me autorizou e fui com outro voluntario e a enfermeira.

Erica estava em estado de euforia, chegando lá, foi emocionante, os olhinhos dela brilhavam, era um sonho de menina sendo realizado, tudo ela queria ver, pegar, como se estivéssemos em um lugar mágico, mas só era um shopping center, sendo que para ela representava um outro mundo, uma realidade que ela não conhecia. O passeio foi fantástico, cada sorriso, e pergunta dela eu me emocionava, tivemos que voltar rápido, deixei ela no hospital e me despedir com um abraço bem forte, ela me agradeceu muito.

Dois dias depois ligaram do hospital bem cedo, meu coração já desconfiava que algo ruim estava para acontecer, e eu estava certa, um amigo me informou que Erica tinha acabado de falecer, lagrimas caíram dos meus olhos, não queria acreditar, mas uma coisa me confortou, foi que conseguimos realizar o ultimo desejo dela, que para a gente é uma coisa tão supérflua, mas para era foi um sonho realizado de conhecer o shopping Center. Hoje tenho certeza que ela foi um anjinho que veio aqui na terra para mostrar que não precisamos de muita coisa para ser feliz, a felicidade pode ser construída com tão pouco, mesmo com todas as adversidades que a vida colocou numa menina de 10 anos, ela nunca perdeu a vontade de viver e sorrir.

Agenda do Recife

REVISTA VOCÊ RH

Google+ Badge

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Consultoria de RH

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Me leve com você!

Adicione seu Email

E-book

E-book

COMPRAR E-BOOK

Tradutor

Translator

    English French
    German Spain
    Italian Dutch
    Russian Japanese
    Korean Arabic