http://br.jooble.org/

Siga-me no Twitter

Me leve com você!

Visitantes

Download

Postagens populares

Venha para Facho

PageRank

Verifique o PageRank de qualquer página da web instantaneamente:
  
Esta ferramenta gratuita é fornecida por MestreSEO.

SOS NATUREZA

SOS NATUREZA

Seguidores DIHITT

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Psicóloga, Blogueira, adepta da meditação e alimentação saudavel. Experiência em empresas da área de mineração, bancacaria, varejo e consultoria de RH, habilidade em recrutamento e seleção, rotinas de departamento pessoal, habilidade para aplicação de testes para ingresso em empresas, treinamento, capacitação e avaliação de pessoal. Empática, localizo prioridades de cada pessoa para melhor aproveitamento. Comunicativa e pró ativa. Pontos fortes: criatividade, solução de problemas, facilidade social. Analiso os elementos internos e externos holisticamente na tomada de decisões. Focada sempre nas metas e resultados.

"Pessoas bem sucedidas"

Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo se queixando, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas são, normalmente, aquelas que acham soluções - enquanto o resto se queixa.

Blogger Themes

Pesquisar neste Blog

Pages

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Mudar de carreira: qual o momento certo?







Mudar de carreira é uma decisão que não deve ser tomada de um dia para o outro. Iniciar uma nova trajetória profissional pode ser o caminho adequado para muitos profissionais que não encontramsatisfaçãoe sucesso naquilo que fazem, no entanto, é preciso muita cautela para avaliar se esta é apenas uma vontade momentânea, causada por problemas na empresa ou até mesmo por um projeto que não deu certo, ou se realmente este momento merece atenção e investimento.

Recomeçar exige muito mais do que vontade e entusiasmo. Além de aceitar uma remuneração mais baixa, o que é comum quando não se tem muita experiência em determinada área, o profissional também deveentenderque precisará de muita dedicação para que o mercado o reconheça e para que seja capaz de assumir um novo cargo tendo as habilidades exigidas pelas organizações. Mas afinal, por onde começar?

“O primeiro ponto é identificar por qual motivo oprofissionalquer mudar de carreira”, defineSulivan França, presidente da Sociedade Latino Americana de Coaching. Para ele é importante que se entenda o ocorrido para que este mesmo fator não volte a acontecer no futuro, seja nesta ou em outra área futura. Além disso, trata-se de uma reflexão tão necessária quanto imprescindível na escolha da futura carreira profissional, o que exige muito mais ponderação e objetividade para maiores probabilidades de acerto.

Existem diversas formas de fazer a escolha adequada. Se mesmo após avaliar toda sua carreira o profissional se der conta de que precisa realmente apostar em novas atividades, trocar experiência com profissionais que já atuem no mercado de interesse pode ser decisivo. Ter plenoconhecimentodos prós e contras da nova área e avaliar se realmente deseja enfrentar estes desafios, auxiliam no processo da escolha e minimizam as chances de futuras frustrações.

Separar os hobbies de interesses profissionais é um dos pontos que devem ser levados em consideração nesta escolha, enfatizaDaniela Zanuncini, psicóloga, coach e diretora da Bem-Estar Desenvolvimento Humano. Ela explica que é necessário entender que uma pessoa que gosta de roupas e de vestir os amigos, por exemplo, pode não ter a menor habilidade para atuar na área de moda. “A maioria das pessoas confunde muito seus interesses e hobbies com o desejo de estar realizado em uma carreira”, explica. Outra questão que deve ser considerada pelo profissional é conhecer bem suas competências e dificuldades para não continuar carregando o mesmo tipo de problema.

A questão do planejamento financeiro também deve ser bem avaliada, principalmente quando esta mudança envolver outras pessoas, de forma direta ou indireta. Em grande parte dos casos o mais indicado é que o profissional se mantenha em sua posição atual até que consiga se estabelecer e não desanime rapidamente com a nova remuneração.

“Quando o profissional tem uma meta de mudar de carreira e é preciso avaliar o quanto a carreira em que ele se encontra hoje contribui para que esta meta seja alcançada”, explica Sulivan. Ao fazer este tipo de observação é comum que a pessoa perceba que ainda não é a hora certa de mudar de carreira até que consiga uma segurança, uma estabilidade financeira para poder se aventurar no mercado e partir para este novo mundo. “É de suma importância que a pessoa estabeleça um plano de ação e tenha um planejamento para que ela possa fazer esta transição de maneira menos traumática possível”, afirma.

Esteja preparado para o novo desafio!

Deixar tudo, ou quase tudo para trás em busca de satisfação profissional, ou realização pessoal, é uma tarefa que exige disciplina e muita dedicação. Apesar das organizações terem evoluído e já aceitarem, e muitas vezes até valorizarem, pessoas com este perfil, o mercado está cada vez mais competitivo e exige profissionais qualificados e preparados.

Para a administradoraJuliana Schmidt, a carreira não é só momento, é uma construção a longo prazo, portanto alguns fatores devem ser avaliados e compreendidos por quem realmente deseja mudar:

• Não esperar que a mudança vá acontecer do dia para a noite;

• Não investir antes de fazer alguns testes no novo ramo;

• Não procurar ocupação nesta nova área sem fazer uma boa prospecção;

• Não deixar que o dinheiro seja o fator decisivo;

• Não entrar em determinada carreira apenas por modismo ou porque pessoas conhecidas tiveram sucesso.

Pesquisar bastante, avaliar todos os riscos e investir em si é a receita para o sucesso de qualquer mudança. De acordo com Juliana, “Quem faz o que gosta faz bem feito. O profissional que pensar assim encontrará o mercado de braços abertos”, finaliza.

5 comentários:

Jackie Freitas disse... [Responder comentário]

Olá minha linda e querida miga!
Muito bacana essas orientações! Muita gente segue insatisfeita, ocupando cargos e desenvolvendo atividades que não dão o menor prazer. E na vida, tudo o que é feito por obrigação e não por prazer acaba se tornando cansativo e o desgaste chega mais cedo do que se espera. Por isso, buscar dentro de si, fazer um mergulho profundo para avaliar os prós e contras, chegar à conclusão de que a vida passa rápido se estivermos nos divertindo, mas se arrasta se estivermos entediados.
Vale a pena a mudança. Só precisa do despertar!
Grande beijo, lindona! Fique com Deus!
Jackie

LISON COSTA disse... [Responder comentário]

Que Post Fantástico!
Amiga Mary:
É com muito prazer que leio mais um super artigo que você nos apresenta. A grandeza de sua gentileza para com todos os seus leitores não se deve medir por um só ângulo e sim de uma forma clara, cristalina onde todas as suas mensagens visam um processo educativo e consciencioso repassar as bases informações incontestáveis e imprescindíveis para a boa formação e desempenho profissional ao longo da carreira. Para tanto, você não mede esforços, se atualizando e dividindo conosco informações valiosas para avaliarmos, para refletirmos.
Parabéns por mais uma excelente matéria!
Abraços,
LISON COSTA.

Arte e Café disse... [Responder comentário]

Querida Mary.
Excelente post.
Mudar de carreira tem vantagens e desvantagens.
Trabalhar insatisfeito é desgastante, mesmo que a remuneração seja boa.
Eu prefiro trabalhar com amor, mesmo porque não tenho dependentes financeiros.
Neste caso fica mais fácil optar pela carreira na qual me identifico
Bjs
Alba

Marina Canfield disse... [Responder comentário]

Oiiii Mari!
Eu faço administração, e este é um dos temas muito debatidos em minha classe!
Eu acho que se o trabalho não te satisfaz você deve procurar algo que lhe faça bem, porque o que não nos faz bem devemos manter distância né?
Mas tudo tem suas consequencias, as vezes o que você pensava que era ruim não era tão ruim e acaba encontrando um trabalho pioooor ainda né?
Beijooooo

Anônimo disse... [Responder comentário]

OI. Estou desesperado espero uma ajuda. a 5 anos estou fazendo trabalhos na área de design e já passei por alguma empresas. porém salários muito baixo, e hoje desempregado nao estou tendo visão sobre essa carreira, já deixei de montar uma serigrafia pra mim por consequencia disso. Porém é algo que até me dá um pequeno prazer. Pensando nos meu bens de consumo e na minha NECESSIDADE de mudança de vida , decidi estudar para concurso publico (POlicia MILITAR) porém, admito que nunca houve vontade de minha parte em seguir essa profissão, exceto pela condição financeira e social q a mesma proporciona em minha cidade. Estou com medo de viver de bicos e com essa vida mediocre, se eu encarar concursos irei até o final e virar auditor fiscal, porém, outra área q talvez nao agrade muito apesar do bom retorno financeiro. POR FAVOR ME AJUDE. DEI ME UMA LUZ. hoje é o 3º dia de cursinho q eu perco por favor me ajude.
RHOGGer Alvim.
rhoggeralvim@hotmail.com

Postar um comentário

Agenda do Recife

REVISTA VOCÊ RH

Google+ Badge

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Consultoria de RH

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Me leve com você!

Adicione seu Email

E-book

E-book

COMPRAR E-BOOK

Tradutor

Translator

    English French
    German Spain
    Italian Dutch
    Russian Japanese
    Korean Arabic