http://br.jooble.org/

Siga-me no Twitter

Me leve com você!

Visitantes

Download

Postagens populares

Venha para Facho

PageRank

Verifique o PageRank de qualquer página da web instantaneamente:
  
Esta ferramenta gratuita é fornecida por MestreSEO.

SOS NATUREZA

SOS NATUREZA

Seguidores DIHITT

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Psicóloga, Blogueira, adepta da meditação e alimentação saudavel. Experiência em empresas da área de mineração, bancacaria, varejo e consultoria de RH, habilidade em recrutamento e seleção, rotinas de departamento pessoal, habilidade para aplicação de testes para ingresso em empresas, treinamento, capacitação e avaliação de pessoal. Empática, localizo prioridades de cada pessoa para melhor aproveitamento. Comunicativa e pró ativa. Pontos fortes: criatividade, solução de problemas, facilidade social. Analiso os elementos internos e externos holisticamente na tomada de decisões. Focada sempre nas metas e resultados.

"Pessoas bem sucedidas"

Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo se queixando, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas são, normalmente, aquelas que acham soluções - enquanto o resto se queixa.

Blogger Themes

Pesquisar neste Blog

Pages

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Quais as diferenças entre a profissão do psicólogo e do psiquiatra?



Hoje em dia ainda existe uma grande confusão a respeito da profissão do Psicólogo e Psiquiatra, pois no imaginário das pessoas, esses dois profissionais fazem a mesma coisa e ainda por cima, alguns ainda tem a idéia pré-histórica de que psicologo e psiquiatra são para as pessoas que tem problemas mentais ou "doidos". Com o passar do tempo esse paradigma está sendo quebrado e o conceito verdadeiro da psicologia e psiquiatria está mais próximo da população.

Mas falando na diferença das duas profissões, é que o psiquiatra é formado em Medicina e o psicólogo formado em Psicologia. Ou seja, psiquiatra e psicólogo são profissionais que têm formações diferentes e estão preparados para lidar com situações que afetam o ser humano utilizando técnicas diferentes.Para se tornar um psiquiatra, o médico deve fazer uma residência em Psiquiatria.  Ou seja, para começar exercer sua clínica, deve concluir o curso de Medicina e especializar-se no estudo e tratamento dos transtornos mentais.
 
Já o psicólogo estuda o ser humano em seus aspectos biológicos, sociais e psicológicos, buscando compreender o indivíduo em suas relações consigo e com o mundo onde vive.
Por estudar o ser humano em seus diferentes contextos, o psicólogo pode atuar em diversas áreas, como em clinicas particulares, escolas, serviços de saúde mental, hospitais, empresas, no setor judiciário, dentre outras.

A Psicologia Clinica, que envolve o diagnóstico e o tratamento de dificuldades emocionais, é uma das varias áreas onde o psicólogo pode atuar. No contexto clinico, o psicólogo busca auxiliar o individuo em seu sofrimento psíquico através de técnicas de psicoterapia.
Esta opção é feita pelo psicólogo ao longo de sua formação, através do direcionamento de seus estudos e estágios profissionalizantes para a área clínica.

Para poder atuar, o profissional deve ser credenciado junto ao Conselho Regional de Psicologia, órgão que regulamenta a prática e a ética profissional do psicólogo em seus vários campos de atuação.Hoje se sabe que alguns transtornos mentais estão relacionados com alterações químicas no sistema nervoso. Portanto, em alguns casos é necessária a utilização de medicações apropriadas.Diante de uma situação deste tipo, o psicólogo pode encaminhar uma pessoa por ele avaliada ou atendida para uma avaliação psiquiátrica, caso suspeite de que aquele caso requer o uso de medicação.

Aqui observamos mais uma diferença entre psicólogo e psiquiatra: por ser médico, o psiquiatra pode receitar os medicamentos apropriados para determinados tipos de transtornos emocionais. Já o psicólogo não está habilitado a orientar o uso de nenhum tipo de medicação, utilizando como recursos terapêuticos o diálogo e a relação terapêutica.

Não precisa está com algum tipo de doença mental ou transtorno para procurar um psicólogo, qualquer pessoa pode fazer uma terapia , pois isso facilita um maior autoconhecimento e como lidar com os conflitos. Pois um dos grandes problema do ser humano, é a falta de conhecimento de si mesmo, e isso ocasiona um vazio existencial muito grande.

1 comentários:

Anônimo disse... [Responder comentário]

Maria, li rapidamente a diferenciação, importante ao leigo, claro. Mas gostaria de lhe propor uma uma potência capaz até de reverter essas concepções da psiquè que nos ministram nas academias. Enjoy: http://allmirante.blogspot.com/2010/09/cura-da-esquizofrenia-pela-filosofia.html
Cesar

Postar um comentário

Agenda do Recife

REVISTA VOCÊ RH

Google+ Badge

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Consultoria de RH

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Me leve com você!

Adicione seu Email

E-book

E-book

COMPRAR E-BOOK

Tradutor

Translator

    English French
    German Spain
    Italian Dutch
    Russian Japanese
    Korean Arabic

Arquivo do blog