http://br.jooble.org/

Siga-me no Twitter

Me leve com você!

Visitantes

Download

Postagens populares

Venha para Facho

PageRank

Verifique o PageRank de qualquer página da web instantaneamente:
  
Esta ferramenta gratuita é fornecida por MestreSEO.

SOS NATUREZA

SOS NATUREZA

Seguidores DIHITT

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Psicóloga, Blogueira, adepta da meditação e alimentação saudavel. Experiência em empresas da área de mineração, bancacaria, varejo e consultoria de RH, habilidade em recrutamento e seleção, rotinas de departamento pessoal, habilidade para aplicação de testes para ingresso em empresas, treinamento, capacitação e avaliação de pessoal. Empática, localizo prioridades de cada pessoa para melhor aproveitamento. Comunicativa e pró ativa. Pontos fortes: criatividade, solução de problemas, facilidade social. Analiso os elementos internos e externos holisticamente na tomada de decisões. Focada sempre nas metas e resultados.

"Pessoas bem sucedidas"

Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo se queixando, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas são, normalmente, aquelas que acham soluções - enquanto o resto se queixa.

Blogger Themes

Pesquisar neste Blog

Pages

terça-feira, 17 de abril de 2012

É certo namorar um colega de trabalho?

Na verdade não existe certo ou errado, vai depender das empresas. Algumas não estabelecem normas sobre a questão, são mais flexíveis, aceitam sem problemas nenhum a formação de casais, já outras são mais radicais, não vêem com bons olhos um relacionamento amoroso entre seus funcionários, pois acham que a produtividade do casal vai diminuir, vão ter dificuldades de concentração, de fato quando se esta apaixonada, as reações emocionais superam as racionais e isso pode comprometer suas atividades, levando até um dos casais ser demitido.


Na minha concepção não vejo mal algum existir relacionamento entre colegas de trabalho, na verdade se eles souberem ter discernimento e profissionalismo para separar as relações profissionais das relações pessoais, o namoro e o trabalho podem andar juntos sim.Pesquisei e achei no www.acomp.com.br alguns cuidados que se devem ser tomados ao namorar alguém do trabalho:

  • Quando os namorados são de setores diferentes, devem se policiar para não trocarem informações relevantes sobre seus departamentos;
  •  Trocar e-mails sempre usando as contas pessoais, e nunca o e-mail corporativo. As empresas têm acesso a todo o conteúdo dos e-mails de seus funcionários;
  •  Quando o romance é com superior ou subordinado, cuidados extras na hora da bronca ou da promoção. Sempre ter tudo muito bem justificado, para evitar fofocas e julgamentos injustos;
  •  Procurar manter o relacionamento afetivo fora do horário de trabalho. Beijos em público, nem pensar;
  •  Evitar que a paixão atrapalhe a boa conduta profissional;
  •  Solicitar à chefia o Manual de Ética e Procedimentos da empresa;
  • Comunicar o namoro ao chefe. Com o tempo, todos os colegas ficarão sabendo, desta forma, é preferível colocar a relação às claras para evitar especulações e tornar o clima desagradável;
  •  Evitar conversas demoradas e a ausência prolongada, de ambos, durante o expediente. Com certeza, ninguém vai achar que os assuntos tratados são profissionais;
  •  Tentar seguir as normas da companhia para que os aborrecimentos possam ser evitados.

12 comentários:

concentrado disse... [Responder comentário]

Não vejo nenhum problema nisso, mais tem muitas empresas que não aceitam isso, mais olhando bem elas não estão erradas, pois sabemos que um mal relacionamento acaba influenciando muito por lado negativo, e acabamos levando nossos problemas pro trabalho.

Leila disse... [Responder comentário]

Acho que o ideal seria não ter nenhum relacionamento amoroso com colegas de trabalho, depois termina e o ambiente pode ficar prejudicado. Além disso também tem as fofoquinhas. Mas às vezes é inevitável, então seria interessante se os dois agissem apenas como colegas de trabalho quando estivessem trabalhando.

bjs

Fernandez disse... [Responder comentário]

Olá amiga! O único problema é separar os ambientes profissional e romântico. Pois senão pode ser criado um clima desagradável. Mas é um tema bastante polêmico.
Bejo, Fernandez.

Carlos dos Santos Pereira disse... [Responder comentário]

Bem legal sua postagem adorei seu blog, quanto a namorar no trabalho sou totalmente a favor, apatir do momento que o relacionamento não prejudique no desenpenho dos apaixonados!rsrsrs...

Iúri disse... [Responder comentário]

Olá Maria,

Ótimo artigo!
Na verdade essa questão é um pouco difícil de se responder, até porque as pessoas são muito diferentes.

Porém, seguindo as dicas que você publicou acho que dá para levar sim, sempre com muito respeito.

Abraços.

Mini-Dicas disse... [Responder comentário]

é só não misturar o pessoal com o profissional.

Sissym disse... [Responder comentário]

Eu nunca tive nenhum interesse com colegas de trabalho. Já vi pessoas se casarem, já vi problemas desagradáveis, e até demissões pq a empresa não aceitava o casal na empresa e optava ou por um ou por outro.

Antechios disse... [Responder comentário]

Acredito que vai depender muito dos dois.

Eu por exemplo não me vejo namorando com uma colega, sou muito preocupado com a minha carreira, seria um namoro complicado cheio de brigas, e ficaria muito tenso no ambiente de trabalho.

E não gostaria de uma namorada que tenha a mesma profissão que a minha. Dois nerds tecnicos seria uma cahtisse só.

Anônimo disse... [Responder comentário]

Não vejo nenhum problema , sabendo separar a parte profissional do amor e relacionamento tudo é possível, mesmo trabalhando em empresas que o contrõle nesse sentido seja rígido,afinal todos estão expostos ao amor e isso nos acompanha na história de nossas vidas.

Abraços a Todos

Claudson disse... [Responder comentário]

Se vai ter problema ou não vai depender da maturidade e do profissionalismo do casal. As empresas proíbem para evitar situações constrangedoras, barraco, briguinhas que podem fazer cair o desempenho, o resultado do setor e prejudique a todos. Se o casal for discreto e maduro não haverá problemas.

Anônimo disse... [Responder comentário]

Cara Maria do Carmo. Em termos de comportamento, não entro na armadilha de certo ou errado. Quanto a namorar colega, dependedo do grau de maturidade dos enamorados, da consciencia das vantagens e desvantagens e da cultura da organização.
Caso a cultura organizacional não aceite esse tipo de relação no trabalho. Haverá sempre a possibilidade de um ou de ambos sairem da organização. Controlar a emoção do amor é para poucos. Cuidado para não confundir paixão e amor! Paixão é amor egoísta, é amor por si mesmo, daí o enorme sentimento de posse, de coisificação do outro. Jansen de Queiroz Ferreira
Jansen de Queiroz

Anônimo disse... [Responder comentário]

O problema é quando são amantes,aí pega mal
mesmo. E por mais q tentem esconder todos acabam sabendo.

Postar um comentário

Agenda do Recife

REVISTA VOCÊ RH

Google+ Badge

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Consultoria de RH

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Me leve com você!

Adicione seu Email

E-book

E-book

COMPRAR E-BOOK

Tradutor

Translator

    English French
    German Spain
    Italian Dutch
    Russian Japanese
    Korean Arabic

Arquivo do blog