http://br.jooble.org/

Siga-me no Twitter

Me leve com você!

Visitantes

Download

Postagens populares

Venha para Facho

PageRank

Verifique o PageRank de qualquer página da web instantaneamente:
  
Esta ferramenta gratuita é fornecida por MestreSEO.

SOS NATUREZA

SOS NATUREZA

Seguidores DIHITT

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Psicóloga, Blogueira, adepta da meditação e alimentação saudavel. Experiência em empresas da área de mineração, bancacaria, varejo e consultoria de RH, habilidade em recrutamento e seleção, rotinas de departamento pessoal, habilidade para aplicação de testes para ingresso em empresas, treinamento, capacitação e avaliação de pessoal. Empática, localizo prioridades de cada pessoa para melhor aproveitamento. Comunicativa e pró ativa. Pontos fortes: criatividade, solução de problemas, facilidade social. Analiso os elementos internos e externos holisticamente na tomada de decisões. Focada sempre nas metas e resultados.

"Pessoas bem sucedidas"

Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo se queixando, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas são, normalmente, aquelas que acham soluções - enquanto o resto se queixa.

Blogger Themes

Pesquisar neste Blog

Pages

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Você segue a sua intuição?






Todo nós vivemos um grande dualismo entre a "Razão x Emoção", ainda não encontramos uma resposta concreta para saber como se deve agir. Algumas pessoas são mais racionais, colocando a razão acima de tudo, já outras são mais emotivas, deixando a emoção aflorar dentro do seu eu. Na verdade não existe uma receita pronta, o mais sensato é conseguirmos  ter equilíbrio entre as duas, pois uma pessoal 100% racional, pode torna-se uma pessoa chata, fria, calculista, que não tem emoção com nada, e ao contrário, uma pessoa 100% emotiva, pode torna-se uma pessoa muito melosa, sem foco e direção.


No mundo corporativo, os profissionais muitos racionais já é uma coisa obsoleta, ou seja, os executivos preferem aquelas pessoas que saibam usar a razão e a emoção a seu favor. Usar a razão ou a emoção não faz você ser mais ou menos profissional, mas ter o bom senso em equilibrar isso é que faz você um profissional melhor. 

Se a razão e a emoção estão em perfeita harmonia, você tem uma ferramenta muito importante para seu sucesso,  a intuição que é o conjunto de conhecimentos próprios adquiridos ao largo das múltiplas experiências do Ser, que lhe aflora à mente espontaneamente, sem necessidade de ninguém lhe transmitir nada, pois que tais conhecimentos pertencem ao seu universo peculiar e subjetivo de conhecimentos. Sendo que muitas pessoas ainda não sabem seguir a sua intuição, acham que são emoções desenfreadas, e o medo faz com que elas não acreditem em si mesmo.

Sou uma pessoa muito intuitiva, sempre que  sigo minha intuição vou para o caminho certo, e quando eu não sigo, sempre dar errado. Há quase dois anos atrás estava estagiando em um banco e já ia ser contratada, quando surgiu uma proposta de estágio para uma outra empresa, se fosse agir com a razão, eu ficaria no banco, pois iria ser contratada e ter todos os benefícios de um funcionário, mas no fundo no fundo minha intuição dizia que eu deveria voltar a estaca zero e aceitar a proposta do estágio, e foi o que fiz, acreditei naquela voz interior e tudo ocorreu perfeitamente, estou muito feliz e cada dia é um novo aprendizado.


Às vezes na vida temos que dar um passo para trás, para depois dar dois passos para frente, não podemos deixar que o medo ou a razão nos aprisione na nossa própria jaula, só quem deixa a emoção aflorar dentro de si é que vai poder sentir a intuição e seguir uma vida rumo ao sucesso e ao autoconhecimento. E você segue a sua intuição ou já se arrependeu de não ter segui-la?

"Não existe nenhum caminho lógico para a descoberta das leis do Universo - o único caminho é a intuição" -  Albert Einstein 

7 comentários:

Jucifer disse... [Responder comentário]

ola minha rica Maria
bah guria no campo profissional
eu seu agir e usar muito bem minha intuição
mas ja no campo afetivo esqueço e costumo agir com a razão nem sempre se pode ter tudo
adorei a parte em q citas q as vezes é preciso dar um passo para tras para depois dar dois para frente perfeitooooooo é bem assim mesmo

bjãoooooooooo minha rica

Anônimo disse... [Responder comentário]

Pra ser sincero, eu batalhei a vida inteira para construir uma lógica intuitiva. Ou uma razão emocionada, já que não via diferença da origem de ambas. Apenas na intensidade da resposta.

Não creio ter conquistado isso em definitivo. Mas fico satisfeito quando percebo que consigo me emocionar com o rosto completamente sereno, ao ler ou ouvir. Compreendendo quadro a quadro do filme projetado, passo a passo de uma equação que faz necessária a resolução, tenho, por muitas vezes, que secar uma lágrima.

Pode ser um equívoco de minha parte, mas... acho que não devemos separar emoção da razão. Tem a mesma origem, são crias da mesma necessidade, nos socorrem nos mesmos momentos. E se pudermos aceitar que são uma única coisa, talvez possamos mesmo expressá-la (e segui-la) de forma única.

Então, bom, sempre sigo minha intuição, que habita em minha razão.

Abraços

José Sidney

Anônimo disse... [Responder comentário]

Eu aprendi a confiar na intuição e depois colocar em prática.
Abraços
Edegard Rocha

Links da Semana disse... [Responder comentário]

Bom Post!

Seguir nossa intuição é algo perigoso, mas sabendo utiliza-la com sabedoria, poder ser algo preciso.

Abraços!

Anônimo disse... [Responder comentário]

Maria,

Intuição existe, é algo de nosso espírito humano, difere da alma e na verdade não é emotiva, é uma mensagem mental. As vezes voce muda de direção sem perceber, deixa de ir a um evento sem saber porque, etc., ora não há razão ou emoção ai. No espírito atuam a intuição, a comunhão e a consciência. Na alma agem a vontade, o interlecto, as emoções. A intuição é como um aviso espiritual mesmo.
Pedro Paulo

Anônimo disse... [Responder comentário]

Olá Mari,
Nas minhas experiências, sempre que desprezei minha intuição as coisas não saíram bem...de modo que, hoje em dia, procuro aprofundar as analises nas tomadas de decisão, se a intuição alerta...abs, Jaqueline

Anônimo disse... [Responder comentário]

Eu sigo minha intuição e recomendo aos meus clientes que façam o mesmo, porem sempre com bom senso. A intuição, normalmente considerada como algo fora do controle do consciente, é produto da nossa experiencia e principalmente da nossa capacidade de observação. Recomendo o livro do Edu Carmello "O Poder da informação intuitiva" Ed.Gente. Abraços e feliz 2012!
Celso

Postar um comentário

Agenda do Recife

REVISTA VOCÊ RH

Google+ Badge

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Consultoria de RH

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Me leve com você!

Adicione seu Email

E-book

E-book

COMPRAR E-BOOK

Tradutor

Translator

    English French
    German Spain
    Italian Dutch
    Russian Japanese
    Korean Arabic

Arquivo do blog